Álcool na depressão

Álcool na depressão é muito grave, porém apenas como pode superar este tipo de depressão parecendo ser bastante desafiador, dois fatores estão sendo tratados aqui: o abuso de substâncias e uma perturbação emocional.

Lidar com a depressão significa, no momento em que você pode não estar se sentindo muito bem. Que com baixo consumo de energia, falta de sono e uma sensação geral de impotência, naturalmente, encontra uma solução de estar deprimido é um passo muito esperado. Infelizmente, a maioria das pessoas por sua vez, quer seja drogas jurídicas (por exemplo, Zoloft) e ilícitas (maconha, por exemplo) ou o uso de bebidas alcoólicas em uma missão para aliviar a dor, no entanto, a pesquisa mostrou que ambas as drogas ilícitas e álcool estão marcados como depressivos. (Apesar do zumbido que podem dar temporariamente) e falando de drogas depressão a partir de estudos recentes, essas substâncias só não podem valer a pena os efeitos colaterais.

Agora sobre o assunto do uso de álcool e os transtornos depressivos, esta é realmente a pior estratégia possível para lidar com a depressão. O humor deprimido pode ser uma conseqüência direta do abuso de substâncias. Por outro lado, o uso de álcool por pessoas com transtorno depressivo pode aumentar a gravidade dos seus sintomas de depressão e, portanto, deve ser evitado.
O álcool na depressão é bastante galopante destes dias, até 40 por cento das pessoas que bebem álcool pesadamente têm sintomas que se assemelham a depressão. No entanto, quando essas mesmas pessoas não estão a beber muito, apenas 5 por cento dos homens e 10 por cento das mulheres têm sintomas que reunião a necessidade de ser diagnosticada a depressão.

Mesmo quando usados com moderação, o álcool poderá brevemente produzir um estado agradável e relaxado da mente, a depressão resultante do álcool não é incomum. Este começa como qualquer outra, lentamente, mas pegando a intensidade com o tempo.

Quando o álcool é usado com moderação, pode por um tempo levantar o humor, no entanto, quando usado para tratar uma doença depressiva, a tolerância aos efeitos do que pode levar um paciente de depressão a beber mais álcool em busca de um efeito positivo.

Este é o lugar onde os problemas começam, uma pessoa depressiva bebi mais e mais e até que perceba, o álcool – ser observado um começo-depressivo causa tendências depressivas na mente.

 

Efeitos e consequências

Ora, todos sabemos que álcool confunde o julgamento e faz mais impulsivo para assumir riscos, além disso, provoca uma perda de inibição e aumenta o comportamento agressivo e atos violentos, inclusive com um auto próprio. Por conseguinte, quando usado como um meio para reduzir a depressão, esta deve ser uma preocupação especial no que estudos têm mostrado a depressão possa levar ao suicídio. Geralmente, uma incidência muito maior de suicídio, ambos concluídos e tentados, está associada com depressão álcool. Além disso, a álcool na depressão leva a complicada desordens sociais, como a doença, absenteísmo e sub-desempenho.

Inevitavelmente, muitas vezes surgem problemas conjugais por causa de um problema com álcool, adicione isto para os problemas de depressão na mão, não é surpreendente que muitos casamentos têm sofrido devido a esta doença depressiva particular.

No que diz respeito à saúde, depressão álcool pode causar uma série de problemas físicos. Estas podem surgir no fígado sob a forma de hepatite, cirrose ou insuficiência hepática. Úlceras do estômago, disfunção sexual e os batimentos cardíacos irregulares são outros fatores também. Ora, estes são apenas os sintomas que resultam de uso excessivo de álcool, acrescente a isto os efeitos da depressão sobre o corpo … desnecessário será dizer que esta forma particular de doença depressiva é muito sério e grave. Aqui estão os sintomas deste tipo específico de distúrbio emocional.

 

Sintomas que indicam a sua presença

Há uma série de indicações que devem levar a se pensar se a pessoa tem um problema de depressão álcool. Em nenhuma ordem particular, que incluem:

1. Usar álcool para tentar escapar de uma das preocupações e problemas.

2. Beber muito álcool todos os dias.

3. Usar álcool para induzir o sono.

4. Beber excessivamente álcool sozinho.

5. Sentir uma imensa culpa sobre o próprio consumo excessivo.

Felizmente, como acontece com todas as coisas há uma esperança, no entanto é preciso ter o desejo de mudança.

Enumerados são algumas dicas úteis para este transtorno emocional resultante do consumo excessivo.

 

Soluções úteis

Os sintomas depressivos resultantes de álcool pode realmente ser bastante difícil de controlar, no entanto, como qualquer coisa, quanto mais se trabalha para isso, maiores serão as chances de sucesso.

Ele sempre ajuda a saber a causa de um desejo imprudente de beber, em primeiro lugar. Estes podem ser matrimoniais, financeiras ou até mesmo problemas espirituais. Portanto, estas questões devem ser abordadas por um aconselhamento competente, lendo livros de auto-ajuda e até falar um bom e velho papo com o próprio criador.

Além disso, uma simples dieta rápida ou restrita em uma suculenta suco de frutas pode ajudar a desintoxicar o organismo de tendências alcoólicas. Agora isto pode parecer muito pouco convencional, mas de acordo com o professor Arnold Ehret, este método tem sido utilizado com sucesso para ajudar muito um alcoólatra para parar de beber excessivo. Dr. Stanley Burroughs também atestou isso em seus escritos, conhecido como o limpador mestre. É claro que 60% da batalha talvez seja o desejo do paciente para a mudança, em primeiro lugar.

Além disso, o exercício físico, além de um tempo de ocupação, também vai um longo caminho para a primeira auxiliando na desintoxicação do organismo e ajudando com o álcool na depressão, este método de exercícios centra motores do cérebro, tornando o fluxo de sangue para fora do centro da atividade emocional; consequentemente, se torna mais receptivo a pensamentos positivos. Yoga é altamente recomendado como uma opção para o exercício aqui como vários benefícios estava em seu uso como um tratamento alternativo da depressão. A partir do intenso relaxamento e alívio do estresse que surge de seu uso, para o aumento das ondas alfa e theta na parte direita do cérebro (um notável característica de pessoas otimistas) yoga, como forma de lidar com a depressão de álcool, embora reconhecidamente podem ser não-convencional, é certamente uma escolha sábia.

Um passo importante para superar a depressão de álcool é o desejo de mudança. Consequentemente, se um parente ou um ente querido manifesta a necessidade de ajuda, aconselha-se imediatamente dar a mão e caminhar com eles através dos passos para a redenção. Se, no entanto está sozinho nessa luta, assim, a internet constantemente faz do mundo um lugar menor ou ajuda podendo ser apenas um telefonema de distância … contanto que a pessoa faça o movimento, as forças espirituais que estão sempre inerente em nossas próprias mentes guiará para um caminho certo para o sucesso. As dicas fornecidas até agora pode definitivamente ajudar também.

O álcool na depressão não precisa ser o nosso estado de vida, com os métodos livres de drogas de um pensamento positivo, e até mesmo de dieta e exercício adequado, seus sintomas, causas e efeitos podem ser definitivamente superado.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Leave a Reply

 
Email
Print